Impopularidade fiscal ou injustiça social?