Instituto Legado traz a Curitiba especialista em Captação de Recursos e realiza dia de treinamento sobre tema

Marins Bertoldi

O Instituto Legado realiza no dia 8 de dezembro um dia todo de programação voltado à profissionalização de captadores de recursos para o Terceiro Setor. O condutor da programação é Marcelo Estraviz, um dos maiores especialistas do tema no Brasil e que está atualmente em um período sabático na Europa, onde explora as principais inovações na área. O dia de imersão intitulado “Captação de Recursos: da teoria à prática”, é realizado das 9h às 18h, com intervalo de almoço das 12h às 13h, no Legado SocialWorking. As vagas são limitadas a 40 lugares e as inscrições devem ser feitas pela plataforma online disponível no site do instituto. A programação é destinada a gestores de organizações sociais, empreendedores sociais e captadores de recursos além de advogados, contadores, administradores e estudantes dessas áreas.

A profissionalização em captação e o gerenciamento de atividades de mobilização de recursos é um dos desafios atuais mais relevantes para o empreendedorismo social brasileiro. Por meio de trabalhos em grupo, casos práticos e exposição de teorias, o treinamento apresenta ferramentas para a criação ou aperfeiçoamento de um departamento de captação de recursos nas organizações sem fins lucrativos. Também serão apresentadas as principais atividades e técnicas para que uma organização inicie um planejamento estruturado em mobilização de recursos, com a colaboração de aliados e futuros parceiros. “Nossa experiência com as organizações sociais de Curitiba tem mostrado o quanto a dificuldade de captação de recursos pode limitar o impacto social dessas iniciativas transformadoras; por isso, o Instituto Legado tem investido na criação de ambientes e condições para que os empreendedores sociais superem essa dificuldade”, comenta James Marins, presidente do Instituto Legado.

Sobre Marcelo Estraviz

Presidente do Instituto Doar, empreendedor social, palestrante e escritor, é fundador e ex-presidente da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR) e conselheiro do Greenpeace, da Cidade Democrática e do Instituto Filantropia. Coautor do livro “Captação de diferentes recursos para organizações da sociedade civil”, autor de “Um dia de captador” e “Pause”. Criador do #diadedoar e da iniciativa certificadora de ONGs, já capacitou em mobilização e captação de recursos mais de 20 mil pessoas em 18 estados brasileiros e em três países da América Latina.

Sobre o Instituto Legado

O Instituto Legado acredita que o Empreendedorismo Social é uma ferramenta eficaz para o desenvolvimento econômico e se propõe a ampliar o impacto de iniciativas sociais, causar transformações e deixar um legado. Atua em três frentes estratégicas: Capacitação, Educação Formal e Fortalecimento de Rede. A capacitação é executada por meio do Projeto Legado, um programa de aceleração que seleciona, capacita, conecta e investe em organizações sociais de alto potencial de impacto. Realizado desde 2011, o Projeto já apoiou 80 organizações. A segunda frente é a Educação Formal que, em parceria com a FAE Business School e o Amani Institute estruturou a primeira pós-graduação em empreendedorismo e negócios sociais do Sul do Brasil. A terceira frente é o Fortalecimento de Rede, que promove e apoia ações sobre Empreendedorismo, Inovação, Negócios Sociais e Investimento de Impacto com a intenção de tornar Curitiba pólo de discussões de relevância nacional e internacional e recentemente criou o SocialWorking, um coworking exclusivo para negócios sociais.

Palestra sobre Captação de Recursos com Marcelo Estraviz

Inscrições:  http://institutolegado.org/cursos

 

Valores

  • R$ 200,00 (para integrantes da Rede Legado);
  • Primeiro lote a R$ 300,00 (para público em geral);
  • Segundo lote a R$ 400,00 (para público em geral).

 

Legado SocialWorking

 

Rua São Pedro, 696 – Cabral.

(41) 3503-2812

http://institutolegado.org

www.facebook.com/InstitutoLegado

 

Confira o conteúdo do seminário:

  • 1. Especificidades da mobilização de recursos nas organizações e projetos sociais
    – A importância da mobilização de recursos dentro da organização
    – Requisitos mínimos antes de começar a captar
  • 2. Características dos diversos tipos de doadores e investidores: empresas, governos, fundações e indivíduos
  • 3. Gerenciamento do “mix” de financiadores
    – Quais as principais fontes de recursos
    – Como conseguir melhor desempenho com cada um deles
  • 4. Planejamento de estratégias e campanhas de captação
    – Definição de estratégias e metas
    – Mensuração das necessidades de arrecadação
  • 5. Metodologias e técnicas de formação, contratação e treinamento de equipes e de captadores de recursos: como contratá-lo(s), como remunerá-lo(s), como manter a motivação e qual o melhor perfil
  • 6. Novas tendências e ferramentas de captação de recursos
    – Crowdfunding
    – Mídias sociais
    – Face-to-face
  • 7. Técnicas de negociação e de apresentação de projetos e organizações com foco social
    – Alta performance em negociações com empresas
    – Como fazer e conduzir uma reunião
    – O que dizer, o que não dizer e como dizer
    – Técnicas de vendas adaptadas ao Terceiro Setor
  • 8. A nova captação
    – O que é a velha (e boa) captação
    – Os 3 eixos: Pessoas, tecnologia e processos
    – O objetivo se expandiu: dinheiro e aliados