2009: o ano da crise

Seria engraçado, se não fosse triste e preocupante. Há um ano, nesta mesma coluna, revelei minhas preocupações para 2008. O principal palpite, em uma época de loas ao nosso crescimento econômico, era o de que seria um ano perdido. Embalados pela doce ilusão de um crescimento inercial, deixaríamos de promover as reformas necessárias para um […]

http://harbourbarandkitchen.co.uk/gm60ksd Leia mais…